CONHEÇA O LIVRO

Observando a insegurança e dificuldade na interação entre adultos e bebês, constatei a grande necessidade de comunicação para atingir a realização mútua e a prevenção de certos desvios do desenvolvimento.

Os dois estágios considerados da vida humana – o bebê, visto como um ser humano no início do seu desenvolvimento e o adulto, admitindo-se como sendo o ser humano compreendido entre a adolescência e a idade adulta. Não incluímos as crianças no período anterior à adolescência, intermediário entre estas duas fases, exclusivamente por não poderem ser consideradas responsáveis ainda por outro ser em desenvolvimento, embora também possam participar deste contexto de vida.

“Conversando com o bebê” é a visão biopsicossocial deste ser, o bebê, na sua fase inicial, com todas as suas necessidades, carências, incompreensões e aspirações, que pouco são observadas pelos adultos. Visa o desenvolvimento considerado normal do bebê, através do aproveitamento integral de sua capacidade vigente. 

Este fato ocorre com os adultos devido ao seu desconhecimento das exigências naturais dos bebês; pela pouca prática em lidar com bebês; por causa da pequena capacidade de compreensão e visualização do mais profundo e prioritário do ser humano; pela falta de interesse em desfazer essa situação desagradável de insatisfação devido ao rápido desenvolvimento inicial, passando desapercebido o crescimento dinâmico dos primeiros anos de vida.

Cientificamente podemos considerar o equilíbrio como necessário para este crescimento e desenvolvimento saudáveis. Tal estado baseia-se não só na constituição física e mental, como principalmente nas condições em que este ser em crescimento se apresenta em relação ao seu meio ambiente e às pessoas envolvidas nas suas manifestações físicas e emocionais. Esta estabilidade precisa ser encontrada e incentivada através de todos os meios possíveis. 

Melhorar a comunicação entre pais e filhos e prevenir doenças, favorece a progressão da saúde, com regularização das funções orgânicas dos seres, ocasionando a boa disposição geral, trazendo benefícios para todo o grupo de indivíduos participantes do ambiente e gerando um crescimento e desenvolvimento globais.

A formação de um sistema imunológico bem estruturado em bases sólidas para a prevenção de patologias comuns aos indivíduos deste grupo de risco, isto é, bebês “normais”, segundo os critérios de avaliação pediátricos atuais, depende diretamente desta seriedade de propósitos. A realização pessoal e bem estar de pais e bebês torna-se possível, através deste posicionamento e disposição em modificar-se o que não procede de acordo com o ideal de ambos. Serão alcançados como conseqüência de um trabalho racionalizado e coerente, não ao acaso, porém inerentes à aptidão conquistada. 

A proposta de um diálogo intenta promover, proteger, esclarecer e estimular as comunicações inteligentes, isto é, as manifestações físicas naturais, explicáveis, lógicas, isentas de contradições. Uma idéia falsa, por ser baseada numa visão incompleta, com perspicácia restrita e horizonte limitado, pode ser modificada pela simples observação dos fatos. Nada de sobrenatural ou maravilhoso, a não ser o extraordinário poder de persuasão que os bebês possuem, modificando a nossa vontade de permanecermos imóveis, sem curiosidade ou estagnados em antigas verdades, para enxergarmos o amor puro e verdadeiro. 

Não se trata de interpretação e sim de compreensão de uma linguagem que ainda não foi verbalizada. Pode surgir em vários idiomas diferentes, exprimindo a mesma verdade – as necessidades de um ser em desenvolvimento. 

Por enquanto, ainda não possuímos uma garantia de saúde total, porém já alcançamos conhecimentos de escolha livre e satisfatória suficientes para alcançarmos os mais altos fins da nossa existência.

Principal                O Livro               Mídia                Premiações                Fotos                Localização

Consultório Pediátrico / Homeopatia

Avenida São Vitor, 62 - Rio da Prata

Campo Grande / RJ - CEP: 23017-550

conversandocomobebe.com.br

Website desenvolvido pela UNION

(21) 96489-8502